GERAL

Comida caseira e saúde caminham lado a lado

Nos Estados Unidos, a venda de comidas feitas em casa pode ser um ótimo negócio para o empreendedor. No entanto, como é possível ter certeza de que a comida é segura para consumo? O consumidor consegue ter certeza de que todas as normas de higiene foram seguidas na sua preparação?Pensando nisso, o governador da Califórnia acaba de assinar a lei AB626, a qual permite a venda de comida caseira diretamente ao público. Desde 2012, a Califórnia permitia a venda de picles, geleias e alimentos que não representavam risco para a saúde dos consumidores. Porém, a nova lei amplia a venda de outros alimentos perecíveis. Agora você pode aproveitar aquela venda de bolos em sua igreja.A nova lei também impõe exigências para proteger ainda mais a saúde das pessoas. Primeiramente, quem quiser vender comida caseira vai ter que permitir inspeções – agendadas ou não - de sua cozinha. Se sua renda anual for superior a US $50 mil por ano, vai precisar se mudar para uma cozinha comercial. Além disso, vai precisar obter uma licença. E, por fim, a lei não vai permitir a venda de alimentos por internet, aplicativos, e nem serviços de entrega.A fiscalização começará a partir de 1º. de janeiro de 2019 quando a lei entra em vigor. Contudo, a lei não abrange todas as cidades do estado, pois os departamentos locais de saúde ambiental deverão decidir se vão segui-la ou não.Ganham os vendedores, ganham os consumidores. Comida boa e saúde protegida.